Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2017

A Parábola do Semeador Parte 6: O solo fértil

Imagem
Olá, pessoal! O estudo sobre a Parábola do Semeador tem me feito perceber quanto a Palavra de Deus é rica em detalhes e em profundidade. Podemos nos debruçar sobre um pequeno texto e sermos muito edificados, se meditarmos nele pouco a pouco, associando-o a outros textos das Escrituras que o confirmem ou ampliem. No texto de hoje, vamos conhecer o último tipo de solo citado por Jesus em sua narrativa: o solo fértil. Outra ainda caiu em boa terra, deu boa colheita, a cem, sessenta e trinta por um. (Mateus 13:8) Vimos no início da parábola que "o semeador saiu a semear", ou seja, a Palavra de Deus, que é a semente, foi sendo divulgada.  Uma parte da semente caiu em terra boa, isto é, fértil, e gerou uma colheita farta. Jesus ensina que o coração do homem pode ser comparado a este tipo de terreno: E, finalmente, o que foi semeado em boa terra: este é aquele que ouve a palavra e a entende , e dá uma colheita de cem, sessenta e trinta por um . (Mateus

A Parábola do Semeador Parte 5: O Solo Espinhoso

Imagem
Continuando o estudo sobre a PARÁBOLA DO SEMEADOR, vamos meditar um pouco sobre o solo espinhoso e identificar as suas características, apontadas por Jesus na parábola. Vamos observar o que acontece com a semente que cai no terreno espinhoso: "Outra parte caiu entre espinhos, que cresceram e sufocaram as plantas, de forma que ela não deu fruto." (Marcos 4:7) Agora, vejamos a explicação que Jesus deu para este tipo de solo: "E outros são os que recebem a semente entre espinhos, os quais ouvem a palavra;  Mas os  cuidados deste mundo , e os  enganos das riquezas  e as  ambições de outras coisas ,  entrando , sufocam a palavra, e fica infrutífera."  (Marcos 4:18-19) "As que caíram entre espinhos são os que ouvem, mas, ao seguirem seu caminho, são  sufocados  pelas  preocupaçõe s, pelas  riquezas  e pelos  prazeres desta vida , e  não amadurecem ." (Lucas 8:14) Observe que o coração das pessoas pode ser como um terreno cheio de