Por que estou tão abatido?




Como a corça anseia por águas correntes, a minha alma anseia por ti, ó Deus.
A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo. Quando poderei entrar para apresentar-me a Deus? 
Por que você está assim tão triste, ó minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim? Ponha a sua esperança em Deus! Pois ainda o louvarei; ele é o meu Salvador e o meu Deus.
Salmos (Salmos 42:1,2;11)

Se você encontra-se abatido, creia nessa verdade: somente Deus pode suprir a sede de sua alma! Esse vazio que você sente e não sabe explicar, só pode ser preenchido por Deus.

Algumas vezes, nos sentimos tristes e desanimados, e atribuímos essa condição a atitudes de outras pessoas. Dizemos: "sou carente porque tive um pai negligente", ou "vivo amargurado porque meus filhos adultos me abandonaram", ou ainda "meu marido/esposa não me faz feliz". 

Vivemos um tempo em que jovens tiram sua própria vida por causa de um amor não correspondido, ou por causa da crise no casamento de seus pais, ou simplesmente porque não conseguem se enxergar como alguém especial e digno de ser amado. E, infelizmente, essa desesperança tem atingido pessoas que um dia já ouviram falar do amor e da graça de Deus.

Precisamos entender que nenhum ser humano pode saciar a sede da nossa alma. Ninguém pode suprir todas as suas carências emocionais. Nem seu pai, nem sua mãe, nem filho, nem cônjuge, nem amigos. Ninguém, senão Deus, tem o poder de saciar a alma sedenta. 

Em outro salmo, há uma verdade que deveríamos lembrar todos os dias:

Ainda que me abandonem pai e mãe, o Senhor me acolherá. (Salmos 27:10)

Eu sei que nossos relacionamentos deveriam ser bênçãos nas nossas vidas. Toda criança deveria nascer num lar estruturado, onde a Palavra de Deus é o fundamento, onde mãe e pai se amem e se respeitem. Todo casal deveria ter um relacionamento saudável e amoroso. Pais e mães deveriam ser honrados pelos filhos, pois isso é justo (Efésios 6: 1-2).

Mas este mundo perece por falta do conhecimento de Deus, pois um dia o homem se afastou dos propósitos do seu Criador e, desde então, a maldade tem se multiplicado sobre a terra. Por causa disso, as pessoas cometem muitos erros e, mais cedo ou mais tarde, irão nos decepcionar. Além disso, nós mesmos erramos e também acabamos decepcionado pessoas.

No entanto, isso não significa que estamos condenados a viver uma vida de tristeza e solidão. Podemos e devemos ter uma vida plena e abundante, mas, para isso, precisamos deixar de gerar expectativas em outras pessoas.

Jesus veio para nos dar vida, e vida em abundância (João 10:10). Por causa do sacrifício de Cristo, você pode se alegrar, ainda que as circunstâncias sejam contrárias, porque a alegria é fruto do Espírito Santo que habita em você. Você pode ter paz, mesmo em dias difíceis, porque Jesus Cristo morreu e ressuscitou ao terceiro dia, para nos deixar a paz que excede todo entendimento (João 14:27).

Qual tem sido a fonte na qual você tem buscado saciar a sede da sua alma? Tem sido Deus a fonte de sua alegria e esperança? Ou tem sido outra pessoa?

Se é outro ser humano, por favor, não faça mais isso! Não coloque esse peso sobre ninguém, pois é uma carga muito pesada para alguém suportar. Não espere de outra pessoa aquilo que só Deus pode fazer por você. Não coloque outra pessoa no lugar que só Deus pode ocupar em seu coração. Preencha seu coração em Deus. Encha-se da presença d'Ele e você verá como seus relacionamentos serão mais saudáveis, sem tanta cobrança ou dependência, e você poderá ser curado dos seus traumas e de suas feridas emocionais.

Derrame-se na presença do Senhor! Rasgue seu coração diante d'Ele e o busque com intensidade. Como um oásis no meio do deserto, assim é a presença do Deus vivo em tempos de angústia. Estás abatido? Mergulhe nas águas do Espírito Santo. Não molhe apenas os pés. Mergulhe!

Assim fazendo, você vai experimentar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus para sua vida. E viverá uma vida abundante. Não uma vida perfeita, sem problemas, mas uma vida em que todas as suas necessidades serão supridas em Deus. Que nossa esperança, como a do salmista, esteja em Deus, o único que pode nos dar abrigo e refúgio. Que o Senhor nos ensine diariamente a depender unicamente d'Ele!



Que a graça e a paz do Senhor Jesus sejam com você.

Bruna Monastirski
Discípula de Cristo

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

COMO SER CHEIO DO ESPÍRITO SANTO? Parte 1

O Que Significa "aceitar Jesus"?

A Parábola do Semeador Parte 3: O solo à beira do caminho